Lewis Hamilton

 

2007 – GP da França – Lewis foi considerado o piloto que teve a melhor estréia na F1, pois efetivamente lutou pelo título do campeonato até a última corrida. E caso a Mclaren e o próprio Lewis não tivessem cometido erros em momentos cruciais, ele se tornaria o primeiro estreante a vencer um campeonato de F1; descartando a primeira temporada de F1, onde todos eram estreantes.

O GP da França não foi uma corrida vitoriosa de Lewis, foi marcada por uma largada ruim, na qual ele perdeu a segunda posição, mas principalmente foi prejudicada pela terrível estratégia da Mclaren de três paradas, impossibilitando Lewis de disputar uma melhor posição. O grande momento dele na corrida foi uma pequena disputa com Kubica após deixar os boxes, dividindo uma curva lado a lado. Lewis, mesmo com a falta de ritmo dos carros da Mclaren, chegou ao pódio na terceira colocação. Seu companheiro de equipe Alonso, que sofreu ainda mais com o carro chegou em 7º.

Abaixo entrevista com os três primeiros colocados da corrida e o pai de Lewis:

Ultrapassagem sobre Kubica (5ª ultrapassagem no vídeo):

 

 2007 – GP Europa  – Lewis estava com 12 pontos de vantagem sobre Alonso e era o líder do campeonato. Durante as duas semanas anteriores foi anunciado que a Mclaren apelaria da decisão da FIA sobre ter recebido informação da Ferrari, e Lewis disse que estava confiante que tudo correria bem. Durante o Q3 na qualificação, Hamilton bateu forte contra a barreira de pneus devido ao estouro do pneu dianteiro direito. Como ainda não tinha feito um tempo bom suficiente, queimado bastante combustível, largou da 10ª posição.

 

Lewis fez uma excelente largada saindo de 10° e já ocupando 6° posição na primeira curva, porém uma colisão entre as duas BMWs, acabou com sua corrida, pois o difusor do carro de Kubica furou o seu pneu, ele teve que ir aos boxes, e ficou no pelotão de trás. Logo começa a desabar uma tempestade e Lewis e mais cinco pilotos perdem o controle na freada da primeira curva. Mas Lewis continua na corrida com uma ajudinha do guindaste e sorte do motor não ter morrido.

O sol reaparece, e ele erra ao trocar os pneus de chuva pelos de pista seca, pois o asfalto ainda estava molhado, ele sai da pista várias vezes e só termina na nona posição. Alonso vence a corrida e diminui a diferença para 2 pontos.

Abaixo cena das rodadas na tumultuada corrida, quando começa a chover para valer: